Liga-te ao nosso fórum para saberes as últimas novidades sobre o mundo dos videojogos, tudo em português. Também temos uma secção de clans no fórum. Regista-te para entrares neles Wink

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Análise] Overlord 2

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

ruips

avatar
Redactor
Redactor


Overlord II é uma sequela directa da primeira versão, começa com uma apresentação divertida com criaturas adoráveis, mas que lá no fundo são traquinas e infernais. Onde normalmente cabe ao jogador ser sempre o herói, em Overlord as tendências invertem. Desta vez seremos nós a “espalhar o mal”, e é isso que estas criaturas com o epíteto denominado Minions vão fazer, claro, controladas pelo Mestre Overlad.
Todo o enredo assenta que nem uma luva no jogo, assim como os sempre animados e divertidos Minions: não faltam as cutscenes com uma boa dose de humor que quase sempre conseguem tirar um sorriso ao jogador, acompanhados de uma pouco de magia e personagens carismáticas.




São cerca de quatro tipos de Minions, castanhos, vermelhos, verdes e os azuis: os primeiros não fazem mais do que distribuir porrada por todo o lado, quer seja destruindo caixas, barris, casas e mesmo aldeões; os vermelhos fazem tudo isso e ainda lançam bolas de fogo, ideal para desbastar um exército à distância; os verdes resistem sobretudo a toxicidade e venenos, e ainda dispõem do trunfo da camuflagem, serão então ideais para atacar pelas costas, em verdadeiras missões quase impossíveis . Os azuis nadam e conseguem camuflar-se, além de conseguirem ressuscitar Minions mortos em combate.
Só podemos controlar vinte Minions de cada vez, podendo escolher que tipo queremos levar. Dependendo do desafio, o melhor será levar cinco de cada tipo para haver sempre possibilidade de prosseguir. Podemos controlar cada tipo independentemente, pressionando as teclas, 1, 2, 3 e 4. Os Minions vão sendo guardados ou retirados por pequenos orifícios estrategicamente colocados para esse efeito, existindo cerca de quatro orifícios correspondentes por cores, para cada tipo de Minion, assim morrendo algum será fácil arranjar substituto. De acrescentar que vamos ganhando Minions à medida que apanhamos “almas” de todo o tipo de criaturas previamente abatidas.





A jogabilidade é outro ponto muito forte do jogo, apresentando uma câmara na terceira pessoa bem afastada. Existem algumas falhas logo à partida, para quem não está habituado este tipo de jogo, poderá tornar-se frustrante a início, embora sejamos presenteados com várias dicas muito úteis, como as teclas a usar para realizar determinada acção. Mesmo assim não é suficiente, mas com tentativas e erros lá acabamos por descobrir.
Existem tarefas que teremos de realizar, como por exemplo a possibilidade de deixar a nosso corpo e passar a controlar um dos Minions, que por sua vez passa a controlar todo o pelotão. Claro está que este tem as suas capacidades muito limitadas em comparação à personagem principal, mas é algo muito útil para passar em sítios estreitos. Os Minions vão ainda recebendo armamento extra ao longo de todo jogo, o que faz com que subam de nível. Este vai sendo encontrado ao longo de todo o mapa, dentro de caixas ou mesmo barris previamente destruídos, e os pequenos erguem os seus tesouros como se de troféus se tratasse, sejam eles: machados, foices, espadas e armaduras, por exemplo.




No fundo esta sequela traz melhorias significativas, mas poderia estar bem melhor. As mais de 20 horas de jogo são suficientes, controlar um pequeno batalhão de Minions torna-se divertido e nunca chega a ser repetitivo. Existem tarefas verdadeiramente bestiais e cómicas, como por exemplo o assalto ao castelo, onde nos vamos infiltrar como ratos com os Minions verdes, com uma música de fundo muito envolvente, onde o campo sonoro também é o seu forte e todo o ambiente está bem conseguido. È sem dúvida uma experiência diferente e agradável, mesmo para quem não gosta do género aconselho vivamente a experimentar. Recomendadíssimo.

Pontos positivos: Os minions , personagens muito carismáticas.
Uma campanha longa e com missoes variadas.
Manteve a essência do primeiro jogo

Pontos negativos: Os gráficos poderiam estar melhores.
Alguns crashes.

Jogabilidade:8/10
gráficos:7/10
som:8/10
longevidade:8/10

Nota final: 8/10



Última edição por ruips em Ter Set 15, 2009 1:11 am, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário
Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

avatar

Mensagem em Seg Set 14, 2009 10:12 pm por Solid_Jo@o™

Boa análise ruips!

Quanto ao jogo parece muito porreiro!

Mais uma vez: Boa análise!

avatar

Mensagem em Ter Set 15, 2009 1:14 am por D!

Muito boa a análise. Very Happy

Cumps Wink

avatar

Mensagem em Ter Set 15, 2009 8:19 pm por tojó™

joguei ao demo e gostei , boa análise

Mensagem  por Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum